Cirurgia Plástica: Como Saber Se Ela é a Melhor Solução?

Como saber quando a cirurgia plástica é a melhor solução? Praticamente todas as mulheres acham algum defeito em alguma parte do seu próprio corpo.

Enquanto algumas conseguem deixar isso de lado e levar a vida normalmente, outras pessoas cismam por ano. É aí que a pergunta surge: como saber se a cirurgia plástica é a melhor solução?

Nesse artigo, vamos dar algumas informações básicas sobre as cirurgias plásticas (existe uma variedade delas, algumas muito importantes para a saúde, outras puramente para a estética corporal), além de dicas fundamentais para ajudar na sua dúvida.

Até Que Ponto É Valido ?

Até Que Ponto É Valido ?

A Questão da Idade

Talvez o primeiro passo para saber se a cirurgia plástica é a melhor opção é ver a sua idade. Hoje em dia, as meninas mais novas fazem piercings, tatuagens, tratamento de pele, mas será que investir numa cirurgia plástica é uma boa quando se é menor de idade?

É claro que não. E não por causa de moral ou valores. Mas por causa da própria natureza e da saúde da pessoa. Em primeiro lugar, se o caso é arrumar ou ajeitar alguma parte do corpo com o propósito estético, é preciso lembrar que o corpo ainda tende a mudar bastante com a maioridade e ainda está em processo de desenvolvimento.

Portanto, quando o caso é apenas o desejo de realizar algum capricho, a melhor opção é esperar os anos passarem para investir em alguma coisa. E, no final, muitas vezes a mulher que uma vez foi menina vai perceber que era bobeira e que até se gosta mais do jeito que se tornou.

A Questão da Autoestima

A questão da auto estima é muito complexa em se tratando de cirurgia plástica, porque muitas vezes o resultado não é o mais satisfatório. Aliás, esse costuma ser o maior medo das mulheres: fazer alguma modificação ou reparo que não fique do jeito que ela esperou.

Se a mudança não vai ser inteiramente drástica e você tem certeza que vai fazer uma grande diferença, faça. Mas faça com cautela. Fazer com cautela significa fazer uma boa pesquisa do cirurgião, desde seus antecedentes até os casos mais recentes.

Além disso, é preciso muitas conversas, muitas referências e muitas informações até que a cirurgia comece. Não faça afobadamente e também não acredite em soluções simples ou fáceis demais.

Bom, todas essas dicas foram para casos de estética, que são os mais comuns. Existem casos que são de saúde, como, por exemplo, a redução do excesso de gordura. A linfoaspiração, como é conhecido esse tipo de cirurgia, vai ajudar consideravelmente a mobilidade do paciente, além de melhorar sua qualidade de vida em diversos aspectos (o respiratório, por exemplo).

Cirurgia Plástica Para Emagrecer?

Na verdade, ao contrário do que muito se diz por aí, a cirurgia plástica conhecida como lipoaspiração não é feita para emagrecer. Nenhuma cirurgia faz emagrecer. A lipoaspiração, na realidade, vai reduzir as gorduras, sejam as localizadas e até mesmo aquelas em maior excesso.

Ela é feita no geral em pessoas obesas. Através da lipoaspiração, a equipe de cirurgiões é capaz de modelar melhor o corpo, e assim não só a saúde será beneficiada, mas também a estética.

Às Vezes a Cirurgia Plástica é a Melhor Solução

Como dissemos, em questões de saúde a cirurgia plástica realmente é a melhor solução. Nos casos de estética, algumas vezes também.

Por exemplo, se você já chegou em certa idade e acha que seria bacana retirar algum papinho que se forma no pescoço, alguma pelinha extra no braço, e algumas rugas que surgiram na face, a boa notícia é que esses tipos de cirurgias são bem simples de se fazer.

A maioria dos cirurgiões do país são bastante especializados nesses tipos de cirurgias e elas são feitas em poucas horas. O tempo de recuperação, aliás, é quase mínimo, e no geral os resultados costumam agradar homens e mulheres mais velhas e mais velhos.

Sem contar casos graves e extremos, como queimaduras, deformações, em que a cirurgia é quase obrigatória…

O Acompanhamento de Um Especialista é Essencial

Já foi escrito anteriormente que qualquer cirurgia plástica deve ser feita com o acompanhamento de um especialista. Se possível, consulte mais de um para aprender coisas diferentes com ambos os especialistas.

Faça pesquisas, busque informações, converse bastante com amigos que já fizeram, note as diferenças, fique ciente dos cuidados e dos prejuízos, e pesquise um bom hospital e um bom especialista, sabendo de seu histórico.

Lembre-se que os resultados da cirurgia plástica pretendem ser permanentes para o resto da sua vida (embora alguns requeiram reparos constantes), portanto é muito importante fazer as escolhas mais certas para que o resultado seja bem satisfatório.

A Questão do Excesso de Cirurgia Plástica

O mundo dos famosos está cheio de exemplos de homens e mulheres com rostos praticamente deformadas, parecendo verdadeiros monstros, com bocas e olhos excessivamente esticados, que mal conseguem se expressar facilmente.

Você também acha isso horrível? Na verdade, esses exemplos não são culpa somente dos cirurgiões e dos médicos, mas principalmente desses pacientes. Em busca de ficarem intactos e principalmente em busca da perfeição, gastam milhões em retoques semanais e acabam abusando da cirurgia plástica.

Não é preciso abusar tanto. É possível ter charme com rugas e com alguns outros “defeitos” que a idade traz. Existe beleza em todas as idades, e é preciso que as novas gerações possam ver isso cada vez mais: nas crianças, nos adultos, nos idosos.

Na cirurgia plástica, o ditado “menos é mais” é muito importante e não deve ser esquecido. Excessos e abusos fazem o efeito contrário daquilo que foi pretendido pelos pacientes, e eles ficam horríveis. Será que essa gente não vê que era muito melhor não ter feito nada, ou ter feito menos?

Considerações Finais: Quando a Cirurgia Não é a Melhor Opção

Para alguns casos, a cirurgia não é a melhor opção. Por exemplo: pessoas jovens com certa barriguinha ou celulite querendo fazer várias cirurgias plásticas para consertar isso ou aquilo.

Antes de qualquer coisa, o médico não é um mágico. E mesmo que ele se disponha a fazer (muitos se dispõem por causa do dinheiro), para esses casos a recomendação é bem simples: faça exercícios diários, alimente-se bem e esforce-se para ser mais bonita(o) naturalmente.

Gostou? Curta e Compartilhe!

Categoria(s) do artigo:
Cirurgias Plásticas

Artigos Relacionados


Artigos populares

Comentários

  • Queria saber se no meu caso é a melhor solução, porque eu tive dois filhos e a barriga ficou flácida. Não sou gorda, mas tenho uma gordura localizada que não consigo eliminar. Preciso usar cinta modeladora sempre e isso no calor é terrível. Minha prima fez lipo na clínica Master Health aqui em São Paulo e ficou satisfeita com o resultado, mas não sei se é igual ao meu caso. Ouvi dizer que tem abdominoplastia, mini abdominoplastia e lipo. Alguém sabe quais são as diferenças?

    Jeniffer 15 de Janeiro de 2013 16:00 Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.